Iniciativa que dá suporte à abertura de pequenos escritórios de advocacia é apoiada por Rita Cortez

Iniciativa que dá suporte à abertura de pequenos escritórios de advocacia é apoiada por Rita Cortez

A Advogada da AJS e Presidente Nacional do Instituto dos Advogados Brasileiros (IAB), Rita Cortez, integrou a mesa de honra virtual na abertura, nesta terça-feira (8/9), do III Seminário Instituto Brasileiro dos Pequenos e Médios Escritórios de Advocacia (Ibpea) em conjunto com a Comissão de Qualificação da Gestão dos Pequenos e Médios Escritórios de Advocacia da OABRJ’. “É digna de aplauso a iniciativa de dar suporte à constituição dos pequenos escritórios, sobretudo neste momento em que advocacia passa por mudanças, adotando novas práticas, inclusive tecnológicas”, elogiou a presidente do IAB. Ainda segundo ela, “hoje, os escritórios também precisam dar atenção ao planejamento financeiro e tributário, ao gerenciamento, às estratégias de expansão e ao cumprimento das normas previstas na Lei Geral de Proteção de Dados”.

O seminário, que continuará na quarta-feira (9/9), está sendo transmitido pelo canal OABRJ no YouTube e tem como tema central ‘Os desafios dos pequenos e médios escritórios de advocacia: gestão, mercado, ensino jurídico, políticas públicas para o segmento e a nova forma de pensar a advocacia’. Também integraram a mesa de honra os presidentes do Ibpea, Tiago de Mello, da OAB/RJ, Luciano Bandeira, do Sindicato dos Advogados do Estado do Rio de Janeiro (Sacerj), Álvaro Quintão, e do Sindicato das Sociedades de Advogados de SP e RJ (Sinsa), Gisela da Silva Freire; a secretária-geral do Ibpea, Marysol Salustiano, e o vice-presidente da Comissão de Qualificação da Gestão dos Pequenos e Médios Escritórios de Advocacia da OABRJ, Cláudio Goulart.

Nos dois dias de evento, haverá palestras sobre diversos temas, entre os quais: ‘A evolução da história dos cursos de Direito no Brasil, ‘A experiência estrangeira’, ‘Aspectos de mercado e crítica à mercantilização do ensino jurídico’, ‘Os elementos de ensino e matérias que ainda não constam nas escolas de Direito’, ‘O futuro dos cursos jurídicos’, ‘Criação de pontes entre academia e mercado da advocacia’, ‘Rotinas e procedimentos’, ‘Audiências não presenciais’, ‘Controle financeiro’ ‘Insumos tecnológicos’ e ‘Gestão de pessoas e carreiras’.

Fonte: IAB


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *