Banco Santander é condenado em ação promovida pelo Sindicato dos Bancários do RJ

O Banco Santander foi condenado em R$ 100 mil por danos morais.

O bancário foi demitido enquanto gozava de estabilidade por ter sofrido acidente de trabalho. Quando demitido o banco sequer realizou o exame demissional que atestaria a incapacidade. O Tribunal Regional do Trabalho reconheceu que a demissão estava eivada de nulidade, posto que comprovado o nexo de causalidade entre a doença e o trabalho por ele exercido. Condenou o banco em R$ 100 mil de danos morais vez que o empregado ficou sem emprego, sem plano de saúde e determinou o imediato retorno ao banco, declarando portanto NULA A DISPENSA.

Para consulta: PROCESSO nº 0011698-91.2014.5.01.0023 (RO)

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *