Rita Cortez defende a união de trabalhistas e criminalistas em evento da Abracrim no Rio

Rita Cortez defende a união de trabalhistas e criminalistas em evento da Abracrim no Rio

“Como advogada trabalhista, ressalto aos criminalistas de todo o País aqui reunidos que o momento grave enfrentado pela advocacia nacional exige a união dos trabalhistas e criminalistas na defesa da Constituição Federal e da advocacia, que está sendo criminalizada e tendo as suas prerrogativas constrangidas.” A afirmação foi feita pela advogada da AJS e presidente nacional do Instituto dos Advogados Brasileiros (IAB), Rita Cortez, para mais de 800 advogados, nesta quinta-feira (14/6), no Rio de Janeiro, na cerimônia de abertura do IX EBAC – Encontro Brasileiro da Advocacia Criminal, considerado o maior evento da advocacia criminal da América Latina.

O encontro, que se encerrará nesta sexta-feira, está sendo promovido pela Associação Brasileira dos Advogados Criminalistas (Abracrim), presidida por Elias Mattar Assad, e por sua representação no Rio de Janeiro (Abracrim-RJ), que tem como presidente James Walker Júnior. Os anfitriões homenagearam Rita Cortez por ter assumido recentemente a presidência do IAB. “Recebo a homenagem em nome da nova Diretoria”, agradeceu. O secretário-geral do IAB, Carlos Eduardo Machado, compareceu ao evento.

Na sua manifestação, Rita Cortez disse também: “Por uma ironia do destino, o IAB hoje está aqui representado, neste encontro de criminalistas, por uma advogada trabalhista, que sucedeu na presidência do Instituto o grande advogado criminalista Técio Lins e Silva”. Rita Cortez afirmou ainda que “é preciso coragem, ousadia, combatividade e, principalmente, espírito associativo, para enfrentar as violações das prerrogativas da advocacia”.

A mesa de honra foi integrada também pelos presidentes do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (RJ/ES) e da Comissão de Filosofia do Direito do IAB, André Fontes; da Comissão de Prerrogativas da OAB/RJ e consócio do IAB, Luciano Bandeira; da Comissão Nacional da Verdade da Escravidão Negra no Brasil da OAB Nacional e membro do IAB, Humberto Adami, e das representações regionais da Abracrim. Luciano Bandeira disse aos participantes do encontro que “a OAB estará sempre do lado dos criminalistas, que são a trincheira de defesa da liberdade, que é um dos direitos mais valiosos da sociedade”.

A palestra de abertura foi feita pelo advogado Lenio Streck. Antes de falar sobre o tema Descascando o ovo da serpente do punitivismo, o palestrante destacou a manifestação feita por Rita Cortez e disse ter se tornado consócio do IAB por indicação do advogado trabalhista Benedito Calheiros Bomfim, que presidiu o IAB no biênio 1994/1996. Também fizeram palestras o orador oficial do IAB, José Roberto Batochio, e os consócios Juarez Tavares, Rubens Casara, Geraldo Prado, Luiz Flávio Borges D’Urso e Leonardo Isaac Yarochewsky.

FONTE: IAB


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *