Justiça mantém condenação da Universidade Estácio de Sá por número excessivo de alunos

O Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região, manteve a condenação da Universidade Estácio de Sá de adicional por número excessivo de alunos. A decisão, proferida pela 7ª Turma, e de relatoria do Des. Rogerio Lucas Martins, confirmou a decisão da 24ª Vara do Trabalho.

Confira trecho da decisão: 

A C O R D A M os Desembargadores que compõem a 7ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região, conforme votos colhidos e registrados na certidão de julgamento, CONHECER dos recursos ordinários interpostos pelas partes e, no mérito, NEGAR PROVIMENTO ao apelo da Ré e DAR PARCIAL PROVIMENTO ao apelo da Autora para determinar a adoção do IPCA-E para fins de correção monetária, nos termos do voto supra.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *