Itaú é condenado por discriminação funcional

Itaú é condenado por discriminação funcional

O Banco Itaú foi condenado ao pagamento de indenização no valor de R$ 100.000,00 diante da discriminação funcional à uma ex-empregada do Banco Banerj.

ENTENDA O CASO

O Banco Itaú, , em atitude discriminatória, criou o cargo de Assistente Operacional de Suporte – AOS, no qual enquadrou todos os empregados absorvidos do Banco do Estado do Rio de Janeiro – BANERJ, o que impediu a ascensão na carreira. A empregada, nesta função, podia executar qualquer tarefa em agência bancária, seja comercial, seja operacional, o que não ocorria com os empregados q iniciaram a carreira no próprio Banco Itaú.

Constatada a irregularidade, o banco foi condenada a pagar uma indenização por danos morais no valor de  R$100.000,00.

Como a autora está assistida pelo sindicato de sua categoria profissional, a percepção de honorários ao sindicato assistente foi fixados em 15% valor da condenação.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *